Noticiado esta quarta-feira em vários órgãos nacionais da comunicação Social e caso despoletado pelo Jornal I, a Microsoft, pagou viagens a vários autarcas de vários pontos do País, todos com liderança, PS e PSD, de entre os quais encontram-se os presidentes de Câmara de Cascais, Braga, Sousel, Torres Novas e a nossa Edil de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, recandidata a novo mandato.

 A Procuradoria-Geral da República (PGR) está a “recolher elementos” sobre alegadas viagens de dezenas de autarcas à sede da Microsoft, nos Estados Unidos, desde 2011, a convite da empresa, que tem vindo a vender serviços aos municípios.

Será circunstancial que um dos pontos da próxima Assembleia Municipal de Abrantes a realizar no próximo dia 8 de Setembro pelas 21:00′ no edifício Piramide em Abrantes, seja o de autorizar a aquisição de licenças à Microsoft, no valor de 301.950,00€.

Relatado pelo Jornal I, há registo de viagens a partir de 2011 e têm todas o mesmo destino: a sede da Microsoft em Seattle.

São viagens regulares e, de acordo com o jornal i, já levaram largas dezenas de autarcas aos Estados Unidos.

A organização da viagem, a estadia e as despesas com a alimentação são oferecidas pela Microsoft. Os bilhetes de avião e o pagamento dos vistos ficam por conta das autarquias.

O convite parte da multinacional, mas o jornal i garante que a dinamização das viagens fica a cargo de dois quadros do PSD que trabalham atualmente na Microsoft.

São eles Pedro Duarte, que já foi secretário de Estado da juventude e diretor de campanha de Marcelo e Mauro Xavier, antigo presidente do PSD Lisboa.

As visitas à sede da Microsoft são organizadas para apresentar o portefólio de serviços para cidades, produtos que várias autarquias acabaram mesmo por contratar ou revalidar.

Confrontada com esta situação, Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara de Abrantes, afirmou

“Não sei quem é que pagou o quê. Fui convidada pela Microsoft para acompanhar uma comitiva para conhecer em detalhe as ofertas nalguns projetos que estavam a ser desenvolvidos na Câmara. A Câmara financiou a minha viagem e o que posso dizer é que contribuiu para perceber a dinâmica da empresa, mas deixamos cair alguns projetos que tínhamos com a Microsoft em open source e também na comunidade intermunicipal a mesma coisa. Não nos pareceu nada de estranho até porque havia um compromisso da nossa parte de suportar as despesas. Eu sinceramente não me recordo quem é que pagou o quê. É uma prática da minha Câmara as despesas neste tipo de iniciativas serem suportadas pela própria”.

Veja a reportagem e video rtp, seguindo o link abaixo:

http://www.rtp.pt/noticias/politica/autarcas-psd-e-ps-viajaram-a-convite-da-microsoft_v1025515

 

Veremos o que acontecerá no inicio dos trabalhos e o desenvolvimento que acarretará esta situação que se torna embaraçosa para o Executivo camarário, que se recandidata para novo mandato ao Município de Abrantes.

 

Fonte: TSF, RTP, Observador

Anúncios